Pesquisar este blog

quinta-feira, 19 de setembro de 2019

Que diferença faz um dia

Vida é trabalho

Encontrando Forrester e o Amor

Com Frida

Sonhando

Não ao machismo

Momentos café ou vinho

For my love !

Presente que ganhei no dia em que a Tunísia se lembrou do sonho da Primavera Árabe




Estamos em 2019. É setembro, mês do meu aniversário,  acabo de completar 70, daqui a pouco começa a primavera no hemisfério Sul. Ben Ali morreu hoje, era o terrível ditador cuja queda deu origem ao que se chamou Primavera Árabe,  em 2010.

Nesses 9 anos, o mundo árabe,  europeu, africano, americano, seja do Norte, Central ou do Sul, assim como a Ásia e todo o Oriente, tem passado por rigorosos verões ou intensos invernos climáticos e emocionais, mediados por outonos de tentativas de acordos políticos ou comerciais, mas as tais flores  primaveris parecem perder cores, enquanto os povos se desentendem e os criminosos se aperfeiçoam.

Se isso é demais para nossas cabeças,  há por exemplo o presente ameno que ganhei de minha amiga Vanderleia:  o livro do psiquiatra Augusto Cury intitulado " ansiedade, como enfrentar o mal do século".

Comecei a ler. Estou gostando muito.  Já destaco o último parágrafo do prefácio assinado pelo autor:
" O dinheiro compra bajuladores, mas não amigos; compra a cama, mas não o sono; compra pacotes turísticos,  mas não a alegria; compra todo e qualquer tipo de produto, mas não uma mente livre; compra seguros, mas não o seguro emocional. Numa existência brevíssima e complexa como a nossa, conquistar uma mente livre e ter seguro emocional faz toda a diferença..."
Pois o livro trata sobre a síndrome do pensamento acelerado, mal que nos atinge a todos, queiramos ou não,  massacrados por excesso de informação,  nem sempre verdadeira, motivando uma humanidade adoecida coletivamente.

Esse presente é minha Primavera, hoje, aqui e agora.

Saúdo o povo da Tunísia por se livrar de um monstro, embora tenha que conviver com marcas.  Sei que grande parcela dos seres humanos ainda enfrenta mesmo seus sonhos de primaveras verdadeiramente livres de tantas flores mortais.

Saúdo o meu povo brasileiro porque na próxima semana, ao chegar a nossa Primavera, torço que ela nos traga de volta a esperança.
Cida Torneros

Com a palavra: Marieta Severo


Quaresma de São Miguel dia 31


Pavarotti maravilhoso


Como será o discurso de Bolsonaro na ONU?


Bacurau


LEMBRANÇAS
















Maria Bethânia, Zeca Pagodinho - Sonho Meu

Adoniran Barbosa e Elis Regina 1978 (completo)

Vinicius De Moraes, Maria Bethânia & Toquinho • EN LA FUSA | Mar Del Pla...

Ângela Maria


Lara Fabian


Je t'aime


Onde Deus possa me ouvir


quarta-feira, 18 de setembro de 2019

Hoje é o trigésimo dia da Quaresma de São Miguel


Filminhos






Pena. Peñita. Pena.


Tiê-Alguém me avisou-Sonho meu - Paula Lima e Dona Ivone Lara

Carlos Bolsonaro chama eleitores do seu pai de 'gado' . o vereador CARLOS BOLSONARO É ATREVIDO E DESRESPEITOSO. MERECE INVESTIGAÇÃO SÉRIA, INCLUINDO AVALIAÇÃO PSICOLÓGICA. SEUS POSTS SE ANALISADOS, DENOTAM MENTE DOENTIA E CARÁTER DUVIDOSO.

Carlos Bolsonaro chama eleitores do seu pai de 'gado': Vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ) usou as redes sociais para chamar os eleitores e apoiadores do governo Jair Bolsonaro de “gado”. “Obrigado pela confiança no Presidente, ‘gado’!”, postou no Twitter

TERRA (CAETANO VELOSO).wmv

Trigésimo dia da Quaresma de São Miguel


Barbra e Bocelli


Quaresma de São Miguel 29 dia


terça-feira, 17 de setembro de 2019

Elton Jonh


De repente, fez-se a Luz!



Tenho pensado muito no quanto este mundo anda escurecido, reprisado,  injusto e odiento.
Entretanto,  por viver grave crise de saúde,  com a minha acentuada escoliose dorso lombar, que me entorta desde os 13 anos,  meu tempo tem sido gasto com fisioterapia e exames, consultas médicas,  enfrentamento de dores, uso de medicamentos fortes e instantes de desespero que amenizo com oração. 
Sempre que travo não conseguindo caminhar,  uso ou cadeira de rodas ou bengala mas agradeço por saber que podia ser pior. Consigo ler, acompanhar noticiário,  fui até a uma festa de casamento logo depois de chamar o farmacêutico para me aplicar uma injeção que me brindou por algumas horas. Pude aproveitar a festa. Não pude dançar mas me coube aplaudir.
Agora, dias após ser examinada está semana por 3 médicos,  preparo- me para uma maratona de intensos tratamentos. 
Fez-Se a luz. Sei que aos 70 vou melhorar. Vou recuperar movimentos físicos e emocionais. Nada a lamentar.  Só tenho a agradecer. Posso me dedicar ao tal corpo torto e me libertar da idéia de que essas dores crônicas não me darão trégua.
Com certeza eu as afasto quando consigo. Creio no bem que me busca pelo prazer de amar a vida e tantas pessoas.
Quero ir noutra festa. O aniversário da minha filha postiça Erika, no próximo sábado.  Blindando a dor, vivenciando o amor, encontrando amigas, ouvindo samba, atravessando a ponte.
Aliás,  o melhor mesmo é fazer a travessia no tempo em direção à Luz.
Sigo me cuidando física e mentalmente,  para cuidar dos meus seres amados, familiares e amigos.
Eles são o portal de entrada para a iluminação da minha existência.
Por isso, meu sorriso é mesmo de imenso agradecimento.
Cida Torneros

Ciro Gomes


Filho Carlos reproduz o que o pai presidente pensa? Ditadura? Mais uma facada?


Brincar de viver - Maria Bethânia

Entrevista com a ecosocialista Sabrina Fernandes na Globo News

Vivendo a vida