Pesquisar este blog

terça-feira, 10 de setembro de 2019

Nós, as lindas mulheres! No mundo machista e dos feminidídios









Quando, há muitos anos, fui com minha mãe assistir a Uma linda Mulher, parecia um conto de fadas. aquela jovem atriz de 19 anos, Julia Roberts, trazia o tema da beleza vendida das prostitutas que sonham deixar sua vida dura, expostas  a toda a sorte de riscos. Podia ser a historia de um garoto de programas, ou, nos dias de hoje, de um trans , mas o fato é que na época o tema envolveu o amor possível entre a beleza de nós mulheres , permeando o mundo machista que cultiva  ainda o desmascarado poder sobre suas companheiras.
Somos lindas, sim, de corpo ou de alma, de decepções, traições e altos e baixos. dá gosto de ver o mulherio invadindo os campos outrora dominado pelos homens senhores da razão há milhares de anos, capazes de torturar, ou matar as próprias mães dos seus filhos, cultura doente, psicótica, onde sobrevivemos em busca de um lugar ao sol.
Gosto de reverenciar nas minhas orações, as vítimas desse terror que é a onda arrasadora dos feminicídios, Deus lhes dê paz do outro lado.
Haja justiça para seus algozes,
Que possamos criar filhos homens que respeitem as mulheres e os outros seres diferentes, que sejam homens da paz. Que amem de verdade, que parem de ofender e matar, que entendam se as parceiras dizem não e sigam seus caminhos, que abandonem armas, facas, xingamentos, que esses pseudo príncipes encontrem suas identidades de homens modernos, amigos, justos sem violência ou assassinatos.
Cida Torneros


Nenhum comentário:

Postar um comentário